Interior Ásia / Oceanía

Moscou, 21 out (Prensa Latina) O presidente russo, Vladimir Putin, e seu similar turco, Recep Tayyip Erdogan, analisaram por telefone as perspectivas da solução ao conflito sírio, incluído o processo de negociações em Astaná, informou hoje o Kremlin.


Dacca, 20 out (Prensa Latina) Cerca de 58 por cento dos quase 600 mil rohinyás que fugiram de Myanmar para Bangladesh são crianças, que vivem em condições miseráveis e enfrentam uma desesperada falta de água, alimentos e problemas de saúde, alertou hoje a UNICEF.


Beijing, 20 out (Prensa Latina) China informou hoje que recentemente reforçou a proteção de seus bens e lugares patrimoniais com inventários mais adequados e campanhas que procuram criar consciência sobre a importância de salvaguardar os tesouros do país.


Hanoi, 19 out (Prensa Latina) A milhares de quilómetros da pátria, mas cerca das suas batalhas, a brigada médica cubana em Vietnã demandou hoje o cesse do bloqueio dos Estados Unidos contra a ilha.


Tóquio, 17 out (Prensa Latina) O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, realizará uma visita ao Japão no dia 5 de novembro, no contexto de uma viagem pelq Ásia, foi divulgado hoje.


Hanói, 17 out (Prensa Latina) O premiê Nguyen Xuan Phuc assegurou hoje que o desenvolvimento da cooperação com as Nações Unidas constitui a primeira prioridade da política exterior e a integração do Vietnã à comunidade internacional.


Nova Iorque, 16 out (Prensa Latina) O Cruzeiro pela Paz culmina hoje dois dias de estadia nesta cidade com um chamado a impulsionar o desenvolvimento sustentável, atender a ameaça representada pela mudança climática e atingir o desarmamento nuclear.


equim, 15 out (Prensa Latina) Os delegados de outras províncias que participarão no 19 Congresso do Partido Comunista de Chinesa (PCCh) começaram hoje a chegar a esta capital.


Pequim, 15 out (Prensa Latina) O organismo estatal de controle de inundações na China ativou hoje a fase de emergência e chamou às autoridades das zonas em perigo a tomar medidas anti-desastre diante a chegado do tufão Khanun.


Beijing, 14 out (Prensa Latina) A China manterá seu apoio à Unesco depois da saída dos Estados Unidos e Israel, e espera que o novo diretor geral dessa entidade promova a paz mundial e o desenvolvimento sustentável, indicaram fontes oficiais.