Interior Ciencia

Nairobi, 27 abr (Prensa Latina) No Sudão, o último rinoceronte branco do norte no mundo, precisa hoje procriar com urgência e aposta pelo serviço de encontros na internet, Tinder, realçaram hoje a mídia de todo mundo.


Cerro Bandeira, Chile, 26 abr (Prensa Latina) Glaciais, bicos nevados, vegetação exótica e ilhas remotas e isoladas, fariam impensáveis novas surpresas em Magalhães e a Antártida chilena, salvo que exista o Cerro Bandeira.


Guatemala, 25 abr (Prensa Latina) O Congresso da Guatemala estimou hoje o estado de calamidade decretado pelo Executivo a propósito dos incêndios florestais que arrasaram ao redor de cinco mil e 800 hectares de bosques neste país centro americano.


Kingston, 24 abr (Prensa Latina) Os principais reservatórios de água da Jamaica encontram-se com 99 por cento de sua capacidade, informou hoje o presidente da Comissão Nacional de Água (NWC), Mark Barnett.


Isla de Hornos, Chile, 24 abr (Prensa Latina) Despois de se extasiar com a vista dos ''Dentes de Navarino'' nos contornos de Porto Williams, ou dos glaciers da Antártida, se suporia que a natureza tem poucos espetáculos superiores a oferecer.


Nova Déli, 24 abr (Prensa Latina) Depois do sucesso de sua missão ao planeta Marte, a Agência Indiana de Investigação Espacial (ISRO) planeja o primeiro voo orbitado a Vênus, para o que chamou hoje a apresentação de projetos por cientistas de todo o país.


Roma, 23 abr (Prensa Latina) Um tremor de 4,0 graus de magnitude ocorreu hoje às 06:25 hora local na região Sudeste italiana de Apulia, informou o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanología.


Porto Williams, Chile (Prensa Latina) Picos e montanhas nevadas circundam a Porto Williams, sem dúvidas o povoado mais austral do mundo, em uma disputa com Ushuaia, Argentina, que se aprecia do ser mas em condição de cidade.


Estreito de Magalhães, 21 abr (Prensa Latin) As primeiras horas de navegação a bordo do ferry Yaghan, em travesía para Porto Williams, presenteiam um prodigioso espetáculo de montanhas cobertas de nuvens enfeitadas com tintas ocres e vermelhas. Para resistir os últimos instantes em coberta, há que redobrar os abrigos. Um ventisca com tons nevados assoma-se no horizonte, mas o desejo de não se perder tamanho espetáculo aumenta a resistência.


Roma, 20 abr (Prensa Latina) Cientistas italianos descobriram que a capacidade de perdoar depende da quantidade de matéria cinza em uma região do cérebro humano chamada seio temporal anterior superior, destacou hoje o portal de notícias Amazings.