Principal

Moscou, 23 jul (Prensa Latina) A Rússia considerou hoje improvável o apoio da União Europeia (UE) a novas sanções unilaterais contra o país euroasiático, analisadas no Congresso estadunidense, envolvendo o setor energético e a banca.


Caracas, 23 jul (Prensa Latina) O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, enfatizou que o primeiro tema da Assembleia Constituinte (ANC) será garantir a paz, a justiça e a verdade neste país sul-americano.


La Paz, 23 jul (Prensa Latina) O Ministério de Combustíveis da Bolívia iniciará na próxima semana negociações com a companhia russa Gazprom para definir acordos de exploração nas áreas Vitiacua e La Ceiba, informou o responsável desta pasta, Luis Alberto Sánchez.


Ramallah, 21 jul (Prensa Latina) A polícia israelense proibiu hoje os menores de 50 anos chegar à Cidade Velha de Jerusalém e à Explanada das Mesquitas, para impedir sua participação na prece muçulmana.


Lima, 21 jul (Prensa Latina) A promotoria e a polícia peruana pesquisam hoje em sigilo um estranho atentado contra a sede central do Ministério Público, no centro da cidade, que foi atingida por desconhecidos.


Quito, 20 jul (Prensa Latina) A chanceler do Equador, María Fernanda Espinosa, defendeu o fortalecimento da integração regional latino americana durante o Fórum de São Paulo, finalizado na véspera em Managua, Nicarágua, informaram hoje fontes oficiais.


Montevideo, 20 jul (Prensa Latina) A Central Única de Trabalhadores do Uruguai PIT-CNT destacou o alto nível de adesão da greve geral convocada hoje por 24 horas, asseguraram dirigentes da entidade sindical que agrupa a quase meio milhão de filiados.


Berlim, 20 jul (Prensa Latina) Os distúrbios durante a cúpula do G20 em Hamburgo ocupam hoje a atenção do parlamento da cidade hanseática, sede do evento.


Caracas, 20 jul (Prensa Latina) O primeiro vice-presidente do Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, denunciou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se revelou como o chefe da conspiração internacional contra este país sul-americano depois de ameaçar sua democracia.


Managua, 19 jul (Prensa Latina) Nicarágua comemora hoje o aniversário 38 do triunfo da Revolução Popular Sandinista, gesta que em 1979 pôs fim a décadas de ditadura e abriu uma etapa de mudanças importantes no país.